(64) 3623 - 4457 Estúdio ao vivo

AS 5 MAIS PEDIDAS

  • Jads e Jadson - Colo Part. Victor e Léo
  • Cristiano Araújo - É com ela que eu estou
  • Henrique e Juliano - Cuida Bem Dela
  • Guilherme & Santiago - Meia-Noite e Meia
  • Munhoz e Mariano - Part - Luan Santana - Longe Daqui

PEÇA SUA MÚSICA

NOTÍCIA EM DESTAQUE

+ NOTÍCIAS

portrait

Aécio e Dilma amenizam o tom e discutem propostas em novo debate

20/10/2014

Presidenciáveis participaram do terceiro debate do 2º turno, na TV Record.Ataques se deram em torno de temas, sem agressões de caráter pessoal.Os candidatos a presidente Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) trocaram críticas em debate na noite deste domingo (20) na TV Record, mas privilegiaram a discussão de propostas e amenizaram o tom agressivo dos dois confrontos anteriores do segundo turno, o do SBT, na última quinta (16), e o da TV Bandeirantes, na terça (14). Durante todo o debate, eles se trataram por "candidato" ou "candidata", sem se dirigirem um ao. Continuar

Aécio e Dilma amenizam o tom e discutem propostas em novo debate

20/10/2014

Presidenciáveis participaram do terceiro debate do 2º turno, na TV Record.
Ataques se deram em torno de temas, sem agressões de caráter pessoal.

Os candidatos a presidente Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) trocaram críticas em debate na noite deste domingo (20) na TV Record, mas privilegiaram a discussão de propostas e amenizaram o tom agressivo dos dois confrontos anteriores do segundo turno, o do SBT, na última quinta (16), e o da TV Bandeirantes, na terça (14). 
Durante todo o debate, eles se trataram por "candidato" ou "candidata", sem se dirigirem um ao outro pelos nomes. Aécio chegou a afirmar, logo na primeira questão formulada a ele por Dilma, sobre o Supersimples: "Agradeço a qualidade da sua primeira pergunta". Em seguida, os dois presidenciáveis passaram a fazer acusações um ao outro, mas dentro de questões que abordaram temas de governo.

Ao perguntar sobre violência, Aécio disse que a rival "tem problemas com números".
Sobre direitos trabalhistas, Dilma questionou o tucano sobre supostas "medidas impopulares" que tomaria se eleito. Ele respondeu falando em demissões na indústria de São Paulo, apontando os "piores" números de crescimento econômico.
O tucano lembrou falas anteriores da petista de que a inflação está sob controle, mas perguntou por que países vizinhos crescem mais com inflação menor. "A inflação está aí", disse Aécio. "Vocês sempre gostaram de plantar inflação para colher juros", respondeu Dilma.
Em diferentes momentos do debate, os dois divergiram sobre a paternidade de programas sociais. Dilma se referiu ao "meu Bolsa Família". "Não faça isso. O Bolsa Família não é seu", retrucou o candidato. Dilma disse que Aécio questiona algo que "o mundo reconhece".
Quando debateram sobre o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), Dilma afirmou que o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) proibiu a construção de escolas técnicas. "Não consigo entender essa obsessão de ter um programa para chamar de seu. O seu governo não inventou as escolas técnicas", disse Aécio.

  1. Novo iPhone 6 chega à China e gera filas nas lojas da Apple
  2. Novo iPhone 6 chega à China e gera filas nas lojas da Apple

    17/10/2014


    A Apple lançou oficialmente sexta-feira na China, com um mês de atraso em relação à estreia internacional, os iPhones 6 e 6 Plus, devido aos problemas de aprovação de licenças no mercado asiático.
    Várias pessoas formavam filas diante das lojas da empresa americana para adquirir um dos novos smartphones. O iPhone 6 será vendido na China por 5.288 iuanes (cerca de US$ 863 dólares) e o iPhone 6 Plus custará 6.088 iuanes (US$ 1.000).
    A chegada dos novos modelos gerou expectativa e a empresa tomou medidas para evitar confusões, já ocorridas em outros lançamentos, por causa da alta demanda pelo produto.
    Mais de 20 milhões de aparelhos foram comprados de forma antecipada pelo site da Apple, segundo dados da empresa de desenvolvimento de software chinesa Tencent.
    "Se a pessoa vier sem ter reservado um iPhone, o mais provável é que tenha que esperar na fila por muito tempo", disse um empregado de uma das lojas da Apple no país ao jornal 'South China Morning Post'.
    Apesar disso, várias pessoas aproveitaram a chegada tardia do aparelho à China para vender modelos no mercado negro, comprados anteriormente em Hong Kong e nos Estados Unidos.
    O iPhone 6 foi lançado oficialmente em 19 de setembro nos Estados Unidos, Hong Kong e outros sete países.

  3. No Datafolha e no Ibope, Aécio tem 51%, e Dilma, 49% dos votos válidos
  4. No Datafolha e no Ibope, Aécio tem 51%, e Dilma, 49% dos votos válidos

    16/10/2014

    Pesquisas Ibope e Datafolha divulgadas nesta quarta-feira (15) mostram que o candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 51%, e a candidata do PT, Dilma Rousseff, 49% dos votos válidos no segundo turno da disputa para a Presidência da República. A margem de erro das duas pesquisas é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Por isso, os dois estão empatados tecnicamente.

    Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

    Em votos totais, Aécio tem 45% e Dilma, 43%, em ambas as pesquisas, o que configura um empate técnico dentro do limite da margem de erro.

    Confira todos os números:

    Ibope (veja a pesquisa completa)

    VOTOS VÁLIDOS
    Aécio – 51%
    Dilma – 49%

    VOTOS TOTAIS
    Aécio Neves (PSDB) - 45%
    Dilma Rousseff (PT) - 43%
    Branco/nulo - 7%
    Não sabe/não respondeu - 5%

    O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 204 municípios entre os dias 12 e 14 de outubro. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01097/014.

  5. Dilma e Aécio se atacam no primeiro debate do 2º turno na televisão
  6. Dilma e Aécio se atacam no primeiro debate do 2º turno na televisão

    15/10/2014

    Candidatos a presidente se confrontaram na TV Bandeirantes, em SP.
    Petista e tucano deram respostas duras um ao outro e trocaram acusações.

    Os ataques entre os candidatos marcaram o primeiro debate presidencial do segundo turno entre Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), na noite desta terça-feira (14), na TV Bandeirantes. 
    Por mais de uma vez, Aécio acusou Dilma de mentir. Afirmou que ela é "desinformada" e "leviana". Dilma disse que o adversário beneficiou um parente na construção de um aeroporto regional e apontou "nepotismo" do tucano.
    Logo no primeiro bloco, Dilma responsabilizou o governo de Aécio em Minas pelo "desvio" de R$ 7,6 bilhões na saúde. De acordo com a petista, o valor está descrito na página do Tribunal de Contas de Minas Gerais na internet. Aécio rebateu, dizendo que teve todas as contas aprovadas pela Corte. “A senhora está desinformada. Todas as nossas contas foram aprovadas pelo Tribunal de Contas”, afirmou Aécio.

  7. Morre funcionário da ONU internado com ebola na Alemanha
  8. Morre funcionário da ONU internado com ebola na Alemanha

    14/10/2014

    Homem de 56 anos foi transportado da África para Leipzig na quinta (9).
    Ele era do Sudão e contraiu o vírus na Libéria.
    O funcionário da Organização das Nações Unidas (ONU) que estava internado na Alemanha por infecção do vírus ebola morreu na madrugada desta terça-feira (14), informou o hospital onde ele era tratado.
    "O paciente com ebola morreu durante a noite na clínica St. Georg em Leipzig", anunciou a instituição.
    O funcionário sudanês da ONU, de 56 anos, estava internado para tratamento na clínica St Georg, dotada de instalações especializadas. O homem era o terceiro paciente contaminado trasladado da África para a Alemanha.
    Infectado em solo liberiano, o médico não identificado é o segundo integrante da missão da ONU na Libéria (Unmil, na sigla em inglês) a contrair o vírus, e o terceiro paciente doente encaminhado à Alemanha para tratamento. O primeiro deles morreu em 25 de setembro.
    O homem estava em tratamento em uma ala isolada, com medidas rígidas de segurança, informou a médica Iris Minde, chefe da clínica St Georg, em Leipzig, em um comunicado, logo após a chegada do paciente ao complexo. Segundo ela,  “não há risco de infecção para outros pacientes, parentes, visitantes ou a população”.
    O hospital ressaltou, na semanda passada, que seus médicos e assistentes são totalmente preparados e que recebem treinamento constante para trabalhar em uma ala isolada com pacientes portadores de doenças altamente infecciosas.
    O pior surto da enfermidade já registrado matou 3.879 pessoas até o dia 5 de outubro, a maioria na Libéria, Guiné e Serra Leoa, de acordo com as cifras mais recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS).

  9. Economista Jean Tirole, da França, ganha o Nobel de Economia de 2014
  10. Economista Jean Tirole, da França, ganha o Nobel de Economia de 2014

    13/10/2014

    Prêmio foi dado por trabalho de análise do poder e regulação de mercado.
    Anúncio do vencedor de economia encerra a premiação desta edição.
    O economista e professor da Universidade de Toulose, na França, Jean Tirole, de 61 anos, conquistou nesta segunda-feira (13) o Prêmio Nobel de Economia de 2014 por seu trabalho sobre análise do poder e regulação de mercado. Tirole, que aparecia como um dos favoritos há anos, receberá um prêmio de 8 milhões de coroas suecas (US$ 1,1 milhão ou perto de R$ 2,4 milhões).
    “Jean Tirole é um dos economistas mais influentes do nosso tempo. Ele fez contribuições teóricas importantes a várias áreas, mas, principalmente, ele esclareceu como entender e regular setores com algumas poucas empresas. Tirole recebe o prêmio deste ano por sua análise do poder e regulação de mercado”, diz a Real Academia Sueca de Ciências.

Ver todas

VIDEO DESTAQUE

ENQUETE

NO JORNAL DA CIDADE DEVE OU NÃO TER "BOA TARDE" NO

CONECTE-SE